preloader
 Você conhece o “Cristo do Abismo”? Ele está na Itália

Você conhece o “Cristo do Abismo”? Ele está na Itália

A Itália é um país cheio de histórias, e cheio de curiosidades. Entre leis curiosas, cidade na qual o sol não bate e até um local conhecido por ser dos mais assustadores do mundo, o país também possui arte, muita arte. Mas hoje não falaremos de Michelangelo, Leonardo da Vinci e nenhum outro artista que viveu em cidades onde hoje é a Itália.

Hoje falaremos de uma obra bem curiosa: o “Cristo do Abismo”. A “Il Cristo degli Abissi”, como é conhecido em italiano, fica no fundo da baía de San Fruttuoso, entre Camogli e Portofino, em Ligúria, na Itália, a quinze metros de profundidade. A escultura chama atenção justamente por estar literalmente, dentro d’água. O que não faz dele um lugar acessível, mas ao mesmo tempo, gera a curiosidade de milhares de pessoas.

Uma estátua com muita história pra contar

A obra foi esculpida por Guido Galletti, que recebeu a sugestão do mergulhador Duilio Marcante. Assim, a estátua, que tem 2,5 metros foi colocada dentro do mar em 22 de agosto de 1954, próximo ao local onde morreu o primeiro italiano a usar equipamentos de mergulho, Dario Gonzatti. O Cristo esculpido o mostra em pose de oferenda, com suas mãos e cabeça mirando o alto, em direção à superfície.

A obra já saiu das águas uma vez, para ser restaurada, em 2003. No trabalho, a estátua foi restaurada pela corrosão e crescimento de crustáceos em volta, e também foi recolocada uma das mãos, que havia sido arrancada por uma âncora. Assim, com uma nova base, mais moderna, a estátua foi devolvida ao “seu lugar” em julho de 2004.

E sua fama foi tão grande, que mais duas estátuas, semelhantes a esta, foram feitas: uma está em Granada, uma ilha no Caribe, foi entregue pela marinha de Gênova, após o país ajudar no resgate do navio italiano Bianca C, destruído por um incêndio no porto de St. George’s, capital do país. A estátua foi colocada em outubro de 1961. E, em 1965, outra foi colocada em um recife em Key Largo, no John Pennekamp Coral Reef State Park, na Flórida. Foi um presente para a Underwater Society of America.

Assim, trata-se de uma escultura muito interessante, que pode ser admirada por poucas pessoas, que encarem o desafio do mergulho. Mas, por fotografia, é mais uma arte tipicamente italiana, pronta para deixar a arte italiana ainda mais completa.