preloader
 Quer estudar na Itália? Então confira estas dicas.

Quer estudar na Itália? Então confira estas dicas.

Na hora de escolher um destino internacional para estudar, diversos brasileiros acabam optando pela Itália. Estudar em um local que é historicamente conhecido pelo Renascimento, lar de momentos importantes da história, local de renome na arte, moda, design e gastronomia, é algo que motivam muitos pela escolha.
Além disso, a facilidade de muitos brasileiros, através de descendência, de se obter a Cidadania Italiana, ou mesmo algumas proximidades entre as culturas, pesam também na escolha. Independente disso, separamos algumas dicas importantes para quem quer um currículo mais completo, em solo italiano.

Diferenças entre universidades brasileiras e italianas

Um ponto importante para quem deseja estudar na Itália, ou em qualquer outro país, é entender, antes de tudo, como funciona o sistema educacional no local. Na Itália, por exemplo, há universidades públicas e privadas, com algumas diferenças em relação a forma as quais o Ensino Superior funciona no Brasil.
Por exemplo: universidades públicas não são gratuitas. Entretanto, as taxas variam de acordo com a renda familiar do estudante. Desta forma, pessoas com baixa renda comprovada conseguem o estudo gratuito, enquanto estudantes com alta renda pagam valores maiores, mas de acordo com suas realidades. Assim, a média de preços varia em uma média de 1.500 euros por ano.
Já as universidades privadas, são conhecidas por serem mais caras e, também, por oferecerem, na maior parte dos casos, ensino superior às públicas. O gasto médio em uma universidade privada é de 10.000 euros anuais.

Facilidades para quem quer cursos de curta duração

Em comparação aos Estados Unidos, fazer um curso de curta duração na Itália é mais simples. Enquanto nos EUA é preciso pedir visto, independente do tempo que planeja passar no país, que pode ser aceito ou não, para viagens à Itália, ou qualquer outro país do bloco europeu, é possível passar 90 dias sem a necessidade de visto.
Ou seja, você tem direito a três meses de estadia no país, o que é tempo suficiente para concluir diversos cursos de curta duração. Mas é claro que, quem deseja estudar por mais tempo, como em um curso superior, um visto será necessário. Mas não é difícil conseguí-lo.
Os interessados só precisam requerer o documento em um Consulado Italiano, no Brasil. De acordo com o curso desejado, o Consulado irá pedir alguns documentos, que podem variar caso a caso. Mas nada que uma busca por informações antecipada não resolva esta questão. Assim, você poderá entregar todos os documentos solicitados, além de conferir os prazos de emissão.

O Ensino Superior da Itália

Enquanto as universidades contam com sistemas de funcionamento levemente diferentes do Brasil, o sistema de Ensino Superior é bem diferente. O formato Bacharelado, ou Licenciatura >> Mestrado >> Doutorado, cede espaço para um outro sistema.
E também vale a pena mencionar um pequeno detalhe: o ano letivo italiano começa em setembro, ou seja, no final do verão no hemisfério norte.
São quatro ciclos diferentes, que diferem os níveis de profundidade:

  • A Laurea, que consiste em três anos de estudos básicos, e é equivalente ao nosso Bacharelado;
  • A Laurea Magistrale, que são mais dois anos de estudos adicionais após os três iniciais, que funciona como o nosso Mestrado;
  • A Master, que é um ciclo de estudos para competências específicas para um campo de atividades. Dura um ano, ou até menos.
  • E o Doutorado di Ricerca, que se equivale ao nosso Doutorado. Mas não são todas as instituições que fornecem cursos nesta modalidade.

Mas afinal: o que estudar na Itália?

É fato de que muitos estudantes fazem cursos fora do país para aprimorar uma carreira já iniciada. Mas é sempre bom lembrar dos cursos de maior sucesso em solo italiano.
Artes, Moda, Design e Gastronomia são reverenciados na Itália, por oferecerem os melhores cursos do mundo, nestas categorias. Brasileiros, em busca de qualificação, também procuram bastante estas carreiras, na hora de estudar na Itália.
Além disso, obviamente, é uma ótima oportunidade para se aprender italiano. Além do conteúdo regular de uma grade, você terá “provas diárias”, ao se comunicar com italianos a todo momento. Seja para comprar um café na padaria, ou para pedir informações na rua.

Fale Conosco whatsapp