preloader
 Os dez mandamentos do café na Itália

Os dez mandamentos do café na Itália

Prendiamo un caffè? Uma das semelhanças de brasileiros e italianos é a paixão pelo café. O café é um elemento tão importante da cultura italiana que conhecer a Itália e não experimentar a bebida é como visitar Paris e não ir conhecer a Torre Eiffel, por exemplo.
Assim, como um culto de tribos pelo mundo, o café na Itália tem tradição. E é guiado por uma série de “rituais” que, de geração após geração, mantém o Il Culto del Caffè intactos. Por isso, você que vai para a Itália, seja a turismo, ou para obter sua Cidadania Italiana (você tem direito a Cidadania Italiana? Descubra aqui), oferecemos os “dez mandamentos do café na Itália”.

1 – Leite, só pela manhã:

Gosta de cappuccino, café com leite, ou qualquer tipo de café que contenha leite pela manhã? Os italianos não costumam tomar este tipo de bebida durante a tarde, noite, e principalmente após as refeições. Eles estranham todos aqueles que tomam cappuccino ás cinco da tarde. Então, prepare-se: ou mude seus costumes em solo italiano, ou prepare-se para pedir desculpas sempre.

2 – Café na Itália é apenas café:

Sabe aquele café todo incrementado, padrão Starbucks? Pois para o italiano, colocar qualquer coisa “exótica” ou diferente no café é o mesmo que misturar refrigerante com cerveja. Não é algo muito comum. Raras são as exceções. Em Nápoles, por exemplo, há o caffè alla nocciola – um espresso espumoso com creme de avelã. Mas tenha em mente que o italiano gosta do café puro como é e acredite, na simplicidade deles há o melhor sabor.

3 – “Espresso” e café é a mesma coisa:

Não precisa ir até o balcão e pedir um “café espresso”. Espresso é a dose padrão para o café, logo, pelo menos por lá, é redundante você pedir “cafés espressos”. Ou é café, ou é expresso.

4 – Nada de baldes de café:

Sim, os italianos bebem muito café. Mas não, não o fazem tomando copos gigantes da Starbucks. Eles apreciam a bebida em doses constantes, mas pequenas. Não há problemas em tomar dez xícaras de café, mas eles estranharão seu copo gigante da bebida.

5 – Peça seu café, mas peça com gosto:

Tenha orgulho de beber um café italiano. Peça com gosto, falando bem alto. Depois, pague por ele.

6 – Apenas com o ticket:

Se você está em um café de aeroporto, estação, ou lugar turístico, no qual o barista grita “ticket”, aqui, você precisa pagar antes de consumir.

7 – Tome seu café de pé:

Tirando situações de necessidade, nada de apreciar seu café sentado. O café na Itália é virado em um gole só (as xícaras são pequenas, lembra?), então é de pé que você deverá tomar seu café. Rimou, até.

8 – Quer tomar quente? Boa sorte:

Você pode, para virar seu café em uma “só virada”, aguardar que ele chegue a uma temperatura a qual não queime a sua boca. Mas, alguns gostam do café bem quente. Por isso, dá pra tentar conhecer a sensação de virar a bebida quente mesmo.

9 – A santíssima trindade do café:

Lembra que Henry Ford disse que todos poderiam ter os carros da cor que quisessem, desde que fossem pretos? Pois é quase a mesma coisa com o café na Itália. O café, cappuccino e o café com leite (só pela manhã, lembre-se) são a trindade absoluta por lá. Apenas variações destes três são corriqueiras por lá. Como por exemplo o caffè freddo ou cappuccino freddo (café expresso gelado ou cappuccino).

10 – Aproveite seu café.

E cuidado para não cometer nenhuma “heresia”.