Conheça oito incríveis mulheres italianas que fizeram história

As mulheres, apesar de ainda lidarem com vários problemas, seguem colaborando de maneira incrível com a história. Deixando de lado o estereótipo de “sexo frágil”, muitas mulheres, através dos anos, seguem colaborando de maneira decisiva com o planeta.

Assim, para homenagear a todas as mulheres, no Dia Internacional da Mulher, que se comemora no dia 8 de março, apresentamos para você oito mulheres italianas. Mulheres que, nos diversos campos de atuação, colocaram seus nomes na história, e servem de inspiração, até hoje, para dezenas de pessoas em todo o mundo.

1 – Rita Levi Montalcini

Rita Levi Montalcini nasceu em Turim em 1909 e morreu em Roma em 2012. Ela foi neurologista e senadora. Em defesa da vida, venceu o Prêmio Nobel de Medicina em 1986. Nos anos 50, seu trabalho e pesquisa trouxe a descoberta e identificação do fator de crescimento das fibras nervosas, ou o NGF, o fator de crescimento nervoso. Como reconhecimento deste trabalho, Rita conquistou o Prêmio.


2 – Grazia Cosima Deledda

Grazia nasceu em 1871, e faleceu em 1936. Escritora e poeta italiana, ela também conquistou um Prêmio Nobel, de Literatura, em 1926. O Prêmio foi conquistado graças a obra Canne al Vento, em que fala sobre crises e fragilidades humanas. Também falava, em suas obras, sobre os costumes e lendas de sua região, a Sardenha.


3 – Maria Tecla Artemisia Montessori

Nascida em 1870, Montessori foi educadora, médica e pedagoga. Católica convicta, ela foi conhecida por seu método educativo, que ainda hoje é bastante utilizado em escolas públicas e privadas pelo mundo.


4 – Nilde Iotti

Leonilde Iotti, ou como ficou conhecida, Nilde Iotti, foi a primeira mulher a se tornar presidente da Câmara dos Deputados Italiana. Nascida em 1920 em Reggio Emilia, Nilde se manteve na Câmara por três legislaturas, de 1979 a 1992.


5 – Fernanda Pivano

Fernanda Pivano, ou apenas Nanda, como era conhecida, nasceu em Gênova em 1917, e faleceu em Milão em 2009. Foi escritora, jornalista, crítica musical e tradutora. Seu trabalho foi tão importante na Itália, que um prêmio foi criado em sua homenagem: o Prêmio Fernanda Pivano.


6 – Margherita Hack

A “Dama das Estrelas”, Margherita Hack, de Florença, fez seu nome na história italiana por ser a primeira mulher nomeada para liderar um observatório astronômico no país. Além disso, é considerada uma das mais importantes astrofísicas do país. Foi membro da Academia de Lincei, da União Internacional de Astronomos e da Royal Astronomical Society. Em sua longa carreira, trouxe uma enorme contribuição para o desenvolvimento do estudo espacial.


7 – Anna Magnani

Anna nasceu em Roma em 1908. E dedicou sua vida à arte. Anna Magnani foi uma das maiores de seus dias, chegando a vencer um Oscar. Foi premiada graças a sua atuação em A Rosa Tatuada, de 1956. Além disso, ganhou diversos prêmios durante a sua carreira, incluindo um Globo de Ouro.


8 – Samantha Cristoforetti

Samantha Cristoforetti, que nasceu em Milão em 1977, é a primeira astronauta italiana. Lembra do corpo de astronautas da Agência Espacial Europeia e da Agenzia Spaziale Italiana, foi ao espaço em 2014, a bordo da Soyuz TMA-15M. Ficou 199 dias em órbita. E mostrou que era uma legítima italiana, sendo a primeira pessoa a fazer um café expresso no espaço.

Ela também é a recordista em dias consecutivos em órbita, e a mulher com mais dias consecutivos no espaço. Em 2015, foi nomeada como Embaixadora da Boa Vontade da Unicef.