O que o Brexit significa para a Cidadania Italiana

Foram mais de três anos e negociações. Mas no dia 31 de janeiro de 2020, o Reino Unido enfim deixou a União Europeia, no evento conhecido como Brexit. O Brexit trará muitas mudanças para as relações dos britânicos com europeus e o restante do mundo, na economia, e também em temas como a imigração no país.

É importante entender que o Brexit, por se tratar de um desligamento do Reino Unido com a União Europeia, terá maior impacto em cidadãos europeus, incluindo os portadores de Passaporte Italiano, caso de muitos brasileiros, do que os cidadãos brasileiros que possuem apenas o Passaporte Brasileiro.

Ao menos 170 mil pessoas ganharam, entre 2002 e 2017, a cidadania em países europeus, que garante o livre acesso aos países do bloco, como Itália, França, Alemanha e, até então, o Reino Unido. Com a mudança, estes brasileiros, portadores de passaporte europeu que vivem em Londres, ou outras cidades britânicas.

O EU Settlement Scheme e a adaptação à nova realidade

Estes cidadãos precisam fazer uma solicitação no país para permanecerem no país, durante o período de transição, que expirará no dia 31 de dezembro. E em 2021, pode acontecer de que novas regras sejam adicionadas, para os imigrantes que desejam viver em solo britânico.

Há programas de proteção, para pessoas nesta situação. O EU Settlement Scheme, por exemplo, é um acordo entre o Reino Unido e a União Europeia, que protege os direitos dos cidadãos europeus e parentes que vivem no Reino Unido. O procedimento é simples, e feito pela Internet. Saiba mais sobre este programa neste link. É necessário apenas o passaporte europeu.

A Embaixada Britânica no Brasil, de acordo com a Exame, mostrou números nos quais 2,7 milhões de pessoas pediram acesso ao programa. Sendo que 2,4 milhões terminaram o processo com sucesso. A grande maioria recebeu um status que permite a permanência no Reino Unido.

Turismo, educação e Cidadania Italiana

De acordo com a Embaixada Britânica no Brasil, o turismo e educação não serão afetados. “Não há mudanças previstas para entrada de turistas no país durante o período de implementação. Como antes, para viagens de turismo com duração de até 6 meses, será necessário apresentar um passaporte válido”. Mas, em casos de se manter no país após este processo, é bom se programar com antecedência.

O passaporte italiano seguirá sendo aceito no Reino Unido, e visitas ao país com o documento, para fins de turismo, seguirão nas mesmas maneiras. Resta ao portador apenas atenção a todas as novas políticas de imigração que o governo britânico apresentará nos próximos meses, além de participar de programas como o EU Settlement Scheme.

É muito importante manter todos os devidos documentos atualizados, além de fazer todos os processos com planejamento e organização. Incluindo o processo de Cidadania Italiana. Inclusive, se precisar de qualquer informação, ou desejar iniciar o seu processo de reconhecimento, conte conosco. Basta entrar em contato no endereço abaixo: